Planta doente? Dicas de como identificar e Previnir

Planta doente? Dicas de como identificar e Previnir

Você já teve aquele momento em que olhou para sua planta e percebeu que ela não estava tão radiante quanto antes? Assim como nós, as plantas também têm seus dias ruins, mas ainda assim podemos ajudá-las a se recuperar.

Planta morrendo - Fonte: Laura Meinhardt de Pexels via Canva
Planta morrendo – Fonte: Laura Meinhardt de Pexels via Canva

Como identificar uma planta doente

Criar o hábito de observas as suas plantas regularmente, vai te ajudar, a identificar os primeiros sinais de problemas que começam de forma sútil!

Folhas Amareladas ou Murchas:

Dependendo da situação pode ser uma reação natural ao ciclo de vida da planta, agora, se muitas folhas começarem a amarelar ou murchar simultaneamente então pode representar um sinal de falta ou excesso de água que pode acabar deixando a planta doente.

Aqui as dicas são para tirar fotos regulares das plantas que vai te ajudar a identificar mudanças mais sutis ao longo do tempo e outra dicas é pedir ajuda em grupos online de jardinagem que conta com muitas pessoas com experiência.

Manchas nas Folhas:

Pequenas manchas marrons, pretas ou de outras cores podem indicar a presença de fungos ou bactérias. Estas manchas podem crescer ou multiplicar-se rapidamente.

Leia também: Folhas Secas e Queimadas: Causas Comuns e Soluções Eficazes

Folhas com Buracos ou Bordas Roídas:

Normalmente é causado por insetos que estão se alimentando da planta, então o principal sinal é buracos irregulares e nas bordas das folhas sinais de mastigação.

Caules Enfraquecidos ou Tombados:

Um caule que não consegue sustentar a planta ou que parece estar se deteriorando na base pode ser um sinal de podridão ou de uma praga na raiz da planta.

Queda Prematura de Flores ou Frutos:

Frutos e flores levam um tempo para cair, agora se os mesmos então caindo antes da hora, isso pode ser um sinal de estresse por conta da condição do local da planta ou por pragas.

Crescimento lento ou atrofiado:

Percebeu que o crescimento da planta está lento ou até mesmo atrofiado, saiba que pode ser uma combinação de fatores, como a falta de nutrientes e a quantidade de luz incorreta.

Quais as pragas mais comuns?

É comum que as pragas passem despercebidas até que os danos se tornem visíveis e a planta fique doente e para te ajudar preparamos uma lista com as principais que podem surgir no seu jardim:

  1. Pulgões: Esses pequenos insetos sugadores de seiva podem ser encontrados em várias cores, como verde, preto ou amarelo. Eles enfraquecem a planta e podem transmitir vírus.
  2. Cochonilhas: Se você notar pequenos pontos ou protuberâncias que lembram algodão em suas plantas, pode estar lidando com cochonilhas. Elas sugam a seiva e excretam uma substância pegajosa que pode levar ao crescimento de fungos.
  3. Lagartas: Estes são os estágios larvais de borboletas e mariposas. Embora possam se transformar em belos insetos, as lagartas são conhecidas por mastigar folhas e flores.
  4. Ácaros: São minúsculos aracnídeos difíceis de ver a olho nu, mas os danos que causam são visíveis. Eles sugam a seiva das plantas, causando descoloração e deformação.
  5. Lesmas e caracóis: Estes moluscos comem folhas, flores e frutos, deixando um rastro viscoso por onde passam.

Prevenindo Doenças em Plantas

Não estamos falando apenas de estética, ter um jardim saudável também entra no processo de prevenção para minimizar os ricos de pragas e doenças que podem ser espalhadas por todo jardim e assim deixar as plantas doentes.

  • Conhecimento é a Base:
    Antes de tudo, conheça as necessidades específicas de cada planta em seu jardim. Algumas podem exigir mais luz, enquanto outras preferem sombra.
  • Verifique regularmente:
    Dedique um tempo, pelo menos uma vez por semana, para examinar suas plantas. Procure por sinais de pragas, manchas nas folhas ou qualquer outra irregularidade. A detecção precoce é a chave para uma intervenção eficaz.
  • Local adequado:
    Proporcione as suas plantas um local adequado onde vão receber a quantidade correta de luz solar e ambientes com boa ventilação de ar. Atender essa necessidade já ajuda a planta a ser menos suscetível a doenças.
  • Rega Adequada:
    O excesso ou a falta de água é prejudicial para as plantas, então sempre regue de acordo com a necessidade de cada planta e evite deixar locais com água estagnada que podem acabar gerando a formação de fungos.

    Leia também: Como Regar as Plantas? Tem um jeito certo de fazer?
  • Fertilização Equilibrada:
    As plantas também precisam de nutrientes em proporções adequadas. Use fertilizantes de acordo com as recomendações e evite o excesso, que pode ser tão prejudicial quanto a falta.

    Leia também: Adubo para Plantas: Faça Você Mesmo em Casa!

Web Stories:

Gostou de conhecer mais sobre como as plantas ficam doentes? Então compartilhe a sua experiência conosco aqui nos comentários e veja mais materiais sobre dicas de cultivo aqui no Blog Verde na Web!

Tags

News

Verde na Web

Verde na Web

O site "Verde na Web" é gerenciado com dedicação ao cultivo de plantas, à produção de conteúdos que solucione questões e problemas relacionados à jardinagem buscando estimular a prática da jardinagem fornecendo conteúdo relevante e acessível, aumentando o conhecimento sobre e promovendo um maior contato com a natureza. Oferecemos conteúdos qualidade, incluindo dicas para cuidar de plantas, criar hortas, conhecer espécies de flores, plantas, suculentas, cactos, além de ideias de decoração e projetos de faça-você-mesmo

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Otimizado por Lucas Ferraz.