Vaso para Rosa do Deserto: Garanta um Crescimento Saudável

Vaso para Rosa do Deserto: Garanta um Crescimento Saudável

A Rosa do Deserto – Adenium obesum é uma planta nativa da África e Península Arábica que ganhou o coração dos brasileiros por conta do seu formato único que é resultado do levantamento do caule que até lembra a técnica de fazer e como cuidar de bonsais.

Uma dúvida que recebemos com frequência aqui no Verde na Web é sobre o vaso ideal para a rosa do deserto e neste artigo você vai conferir dicas de acordo com cada etapa da planta.

img - vaso para rosa do deserto - fonte: GettyImages via Canva
img – vaso para rosa do deserto – fonte: GettyImages via Canva

Qual o tipo de vaso para Rosa do Deserto?

Vamos separar o desenvolvimento da rosa do deserto em três etapas – Muda, Planta Jovem e Planta Adulta. Cada etapa dessa vai requerer um vaso diferente para garantir um bom desenvolvimento e chegar a um resultado lindo.

Muda de Rosa do deserto:

Neste momento estamos falando da primeira fase de crescimento, então o ideal é utilizar uma sementeira que é menor e vai garantir que a planta consiga desenvolver suas raízes em um pequeno espaço de forma saudável e ganhe força durante 3 a 4 meses.

Planta Jovem:

Depois de retirar a muda, o próximo passo é trabalhar no desenvolvimento das raízes para que a Rosa do Deserto acelere o crescimento, então escolha vasos de plástico de acordo com o tamanho da planta para que a planta tenha a sensação de “confinamento”.

Nos vasos de plástico, a sugestão é não fazer o levantamento do caule, pois queremos que a Rosa do Deserto ganhe força e desenvolva as raízes e um ponto benefício é que os vasos de plástico tendem a esquentar, o que ajuda a evitar o aparecimento de fungos.

Planta Adulta:

A rosa do deserto pode levar até 2 anos para ficar adulta, então a partir do momento que está ocupando cerca de 1/3 ou 2/3 de um vaso bacia ou de cimento já é uma bom momento para fazer a transferência do vaso de plástico e começar a fazer o levantamento do caule após o primeiro ano de vida.

Recapitulando os tipos de vasos:

O que colocar dentro do vaso?

Outra dúvida comum é sobre o substrato que deve ir dentro do vaso da rosa do deserto.

Se for um substrato caseiro, então a composição deve ser de areia grossa, húmus de minhoca, terra vegetal e carvão. Lembrando que é 40% Areia, 20% Carvão e 40% os demais materiais.

Você também pode optar por substratos prontos como é o caso do substrato Forth para Rosa do deserto e fertilizante, abaixo estão dois links de compra.

Pode colocar brita no fundo do vaso?

Não tem carvão em casa e não sabe onde conseguir? Uma opção é utilizar a brita que é um material de construção que vai servir para manter a umidade da terra previnindo o aparecimento de fungos e melhorando a drenagem ajudando a rosa do deserto a se desenvolver.

Gostou de conhecer mais sobre os vasos para rosa do deserto?

Recapitulando que a escolha do vaso ideal para a rosa do deserto é baseada no momento de vida da planta que vai refletir no desenvolvimento e no tempo que vai levar para chegar a um exemplar grande e imponente. Um agradecimento ao Prof. Hermeson Cassiano que produziu dois materiais explicando sobre a escolha dos vasos.

Aproveitamos esse momento para te convidar a deixar o seu comentário compartilhando o que você achou interessante e continr acompanhando os materiais sobre dicas do nosso blog Verde na Web!

Referências:

Prof. Hermeson Cassiano e as Plantas

Blog Plantei

Verde na Web

Verde na Web

O site "Verde na Web" é gerenciado com dedicação ao cultivo de plantas, à produção de conteúdos que solucione questões e problemas relacionados à jardinagem buscando estimular a prática da jardinagem fornecendo conteúdo relevante e acessível, aumentando o conhecimento sobre e promovendo um maior contato com a natureza. Oferecemos conteúdos qualidade, incluindo dicas para cuidar de plantas, criar hortas, conhecer espécies de flores, plantas, suculentas, cactos, além de ideias de decoração e projetos de faça-você-mesmo

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Otimizado por Lucas Ferraz.