Suculentas Raras: O que são e 10 Espécies Lindas!

Suculentas Raras: O que são e 10 Espécies Lindas!

suculentas raras

Você sabia que existem mais de 22 mil espécies de suculentas espalhadas pelo mundo? 

As folhas das suculentas encantam a todos com seus formatos, cores e tamanhos diferentes! Mas você vai ficar ainda mais admirado quando conhecer os tipos de suculentas raras que separamos para você, aqui neste artigo.

Conhecer toda essa diversidade vai fazer com que sua decoração fique ainda mais moderna, visto que será composta por espécies que além de lindas e diferentes, quase ninguém tem em casa.

Mas antes de começar, de uma olhadinha nesses outros artigos de suculentas, você pode se interessar também:

O que são as Suculentas Raras?

As suculentas raras são plantas em situação de risco ou que são difícil de conseguir um exemplar, isso pode acontecer pela raridade e até mesmo pelo preço elevado. Podemos considerar que uma suculenta rara significa que é difícil fazer mudas e garantir que tenha um bom desenvolvimento, evitando perdas.

Outro exemplo são as suculentas de outros países e isso naturalmente as torna mais difícil de obter. A seguir separamos 10 suculentas que são raras que todo mundo deseja ter uma em casa.

1- Suculenta Pequena Joia – Pachyphytum compactum

foto-suculenta-diamante
foto-suculenta-diamante

A Pequena Joia ou Suculenta Diamante, Pachyphytum Compactum, é um dos tipos de suculentas raras mais bonitas que você já viu!

E toda essa beleza tem uma explicação: as linhas brancas que estão por toda a superfície de suas folhas, desenham ramificações, fazendo com que a planta fique parecida com uma pedra preciosa, assim como seu nome já sugere.

Essas linhas são muito importantes para essa suculenta, visto que elas são como veias, responsável por transportar água e nutrientes essenciais por toda a planta!

Mas não para por aí, a Pequena Joia consegue ficar ainda mais bonita com as variações de cores e formatos, tendendo a ser mais verdes e com pontas avermelhadas e alongadas sob sol pleno e acinzentadas e compactas sob meia sombra, frio e estiagem. E em algumas épocas do ano, uma flor em forma de sino, de cor amarela, laranja ou rosa, nasce em cima das suas folhas.

Uma planta com aspecto duro como pedra, mas extremamente delicada. É preciso ter muito cuidado ao cultivar a espécie e manusear ao fazer plantios e divisões, pois suas folhas se soltam com muita facilidade. 

E se isso acontecer, você vai precisar de paciência, pois essa espécie de suculenta apresenta um crescimento lento e moderado por ser uma planta rara, pode ser difícil de encontrá-la no mercado, visto que ela é originária do México.

2- Suculenta Pedra – Conophytum globosum

suculenta rara Conophytum globosum
suculenta rara Conophytum globosum

Originária do Sul da África, onde crescem em colinas pedregosas, esse tipo de suculenta rara é formada por um conjunto de folhas que parecem rochas, de formato quase redondo e bem compactado.

No ambiente selvagem, seu formato permite que a planta se esconda entre as pedras e em pequenas cavidades, retendo imperceptíveis depósitos de argila e areia.

Mas, além da sua aparência rígida como pedra, durante o outono nasce uma flor bem bonita nessa suculenta: A Corola, que floresce em cima das suas folhas, com pétalas bem grandes, em formato de trombeta, nas cores amarelo, vermelho, rosa ou até lilás.

Durante as outras épocas do ano, as folhas mais velhas passam por um processo de renovação, onde secam e formam uma casca, que na primavera se rompem dando lugar às folhas mais novas.

3- Suculenta Dente de Tubarão – Crassula Red Pagode

foto-crassula-capitella-red-pagoda
foto-crassula-capitella-red-pagoda

O Dente de Tubarão ou Crassula Red Pagode é um dos tipos de suculentas raras que você vai querer cultivar em casa, veja o porquê:

A suculenta possui folhas em formato triangular e bem pontiagudas (como dentes de tubarão) que nascem em camadas verticais, podendo chegar até 15 centímetros de altura.

Mas, o mais interessante dessa planta é sua capacidade de mudar de cor! Quando ela é cultivada exposta ao sol, suas folhas ficam com uma tonalidade mais amarelada e com pontas vermelhas.

Já, quando seu cultivo é feito na sombra, ou até mesmo durante o inverno, suas folhas ficam mais verdes e mais brilhantes, em resposta a quantidade menor de luminosidade e às noites mais curtas e frescas.

Além da mudança de cor, durante o verão nascem dessa suculenta algumas pequenas flores brancas e também estreladas, que são lindas!

4- Suculenta Templo de Buda – Crassula buddha’s temple

suculenta-templo-de-buda
Suculenta Templo de Buda (Crassula buddha’s temple)

Outra espécie rara, dessa mesma família, é a Templo de Buda, Crassula buddha’s temple, sua única diferença com a Suculenta Dente de Tubarão, é o formato das suas folhas, que também nascem em camadas verticais, mas suas ramificações formam um novo desenho!

5- Suculenta Folha de Concreto – Titanopsis Calcarea

suculenta-Titanopsis-calcarea
suculenta-Titanopsis-calcarea

A Suculenta Folha de Concreto, Titanopsis Calcarea, assim como seu nome já diz, parece que foi construída com cimento e areia! Suas folhas, geralmente cinza ou azul-esverdeado, apresentam pequenos tubérculos que variam entre as cores branco, cinza e verde, conforme seu cultivo.

Durante a primavera e outono, nasce da suculenta uma pequena flor-amarela e laranja. Além de ser o período que a planta tem o seu maior crescimento, podendo a chegar até 2,5 centímetros. 

As folhas dessa planta geralmente crescem na horizontal, por isso se você for cultivá-la em casa, dê preferência para vasos largos e maiores, para que elas tenham espaço para florescer por todo o seu diâmetro.

Um ponto de atenção: apesar das suas folhas terem aparência de concreto, elas são muito delicadas! Por isso, mantenha os cuidados básicos e essenciais para a planta ter um cultivo saudável.

6- Suculenta Saca Rolha – Corkscrew albuca

6- Suculenta Saca Rolha (Corkscrew albuca)

Já a Suculenta Albuca spiralis ou Corkscrew albuca é um dos tipos de suculentas raras mais diferentes que você já viu! 

As folhas dessa suculenta crescem na vertical, podendo chegar a até 20 centímetros de comprimento, mas o que faz dela uma planta rara, são as suas pontas, que começam a enrolar em formato espiral conforme seu crescimento.

Além disso, para deixar a planta ainda mais atrativa, no final do inverno e até o início da primavera, nasce dessa suculenta uma flor central, composta por um conjunto de outras flores amarelas e verdes, que ficam pendentes em hastes individuais.

7- Suculenta Corações de Chita – Adromischus maculatus

Fonte da Imagem: Mundo Natuarte

A Suculenta Coração de Chita, também conhecida como Suculenta Chocolate, é um tipo de suculenta rara bem diferente!

Suas folhas são ovais, grandes, com tons de verde e cobertas por muitas machas cinzas e roxas, característica principal que torna a suculenta rara e especial!

Essa espécie é uma boa para ser cultivada por jardineiros iniciantes, já que seu cultivo é bem simples: basta deixar a planta exposta ao sol pleno por, pelo menos, 6 horas por dia, e fazer regas uma vez por semana (ou quando perceber que o vasinho está muito seco).

8- Echeveria Agavoides Celestia

foto-echeveria-agavoides-celestia-vasinhos
foto-echeveria-agavoides-celestia-vasinhos

A Echeveria Atlas Celestia é uma das suculentas vermelhas e chama atenção pela sua coloração vermelha/rosada e pelas suas folhas serem pontiagudas, dando um aspecto único para essa echeveria.

Sendo nativa do México, está suculenta é popularmente encontrada em lojas onlines de suculentas, entretanto possui um preço mais elevado.

9- Haworthia Cuspidata Variegata

foto Haworthia Cuspidata Variegata

Sem dúvidas, chama atenção pela sua coloração. A sua origem vem da África e o gênero é Haworthia. Suas principais características são as suas folhas grossas, carnudas e duras que formam uma roseta e que podem variar muito de tamanho, cor e forma.

10- Jade Chinês – Sinocrassula Yunnanensis

Suculenta Sinocrassula Ynnanensis
Suculenta Sinocrassula Yunnanensis

A Jade Chinês ou Ouriço tem um nome difícil de falar que é Sinocrassula Yunnanensis, está suculenta, é originária da China e a principal característica é o seu formato de roseta que gera uma aglomeração.

O cultivo é bem simples, pode ser cultivada tanto em sol pleno ou meia sombra e pode chegar a até 10cm de altura e 3.5cm de diâmetro.

Gostou de conhecer 10 espécies de suculentas raras? Lembre-se de deixar o seu comentário com mais dicas de cultivo que você ache interessante e conheça mais dicas de suculentas no blog.

Suculentas Raras: 10 Espécies Lindas!

André Oliveira

O site "Verde na Web" é gerenciado com dedicação ao cultivo de plantas, à produção de conteúdos que solucione questões e problemas relacionados à jardinagem buscando estimular a prática da jardinagem fornecendo conteúdo relevante e acessível, aumentando o conhecimento sobre e promovendo um maior contato com a natureza. Oferecemos conteúdos qualidade, incluindo dicas para cuidar de plantas, criar hortas, conhecer espécies de flores, plantas, suculentas, cactos, além de ideias de decoração e projetos de faça-você-mesmo

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente